Vasco Prado

Uruguaiana, 16 de agosto de 1914 - Porto Alegre, 9 de dezembro de 1998.

 

Foi um escultor e gravador brasileiro.

 

Filho de pai militar morou com família em Minas Gerais e no Rio de Janeiro, antes de voltar ao Rio Grande do Sul, aos 14 anos de idade. Estudou no Colégio Militar de Porto Alegre, onde concluiu o curso em 1936. Em 1946 concorreu a deputado estadual pelo Partido Comunista Brasileiro, sem sucesso. Nos anos 50 fundou o Clube da Gravura com Carlos Scliar, Danúbio Gonçalves, Glênio Bianchetti e Glauco Rodrigues, que foi um dos marcos na história da arte gaúcha, realizando uma obra de cunho social, e em especial enfocando a temática regionalista do gaúcho em sua vida no campo. Lecionou escultura e desenho em seus ateliês, no Atelier Livre da Prefeitura de Porto Alegre, na Universidade de Caxias do Sul e no Museu de Arte do Rio Grande do Sul -MARGS. Vasco Prado é um dos escultores mais importantes do Brasil e certamente um dos mais influentes em sua terra natal, tendo formado gerações de novos artistas e inseminando o trabalho de muitos outros. Após a fase do Clube de Gravura, com sua temática social e politicamente engajada, claramente descritiva, sua obra passou a apresentar um caráter cada vez mais sintético e abstratizante, com um magnífico equilíbrio formal de índole classicista, embora tenha incorporado diversos elementos e recursos técnicos da contemporaneidade e jamais tenha aberto mão de suas convicções políticas libertárias, como provam diversos trabalhos mais recentes importantes, realizados como monumentos públicos sobre temas e figuras ilustres da história e tradição gaúcha e brasileira, como o Tiradentes na Assembleia Legislativa do RS e diversas versões do Negrinho do Pastoreio. Outros de seus temas preferidos são a mulher, o cavalo e os amantes. Realizou, na década de 1950, a Escultura intitulada "Pomona", em pedra arenito rosa, no parque do Balneário Osvaldo Cruz, na cidade de Iraí, RS. Pomona, na mitologia romana, é a Deusa das Frutas e dos Jardins. Para este trabalho, utilizou como modelo uma jovem indígena da tribo Kaingang que por ali se fixara. Além da maestria apresentada no manejo da pedra e do bronze, também foi um grande gravador, ceramista e desenhista. Tem obras espalhadas tanto pelo Brasil quanto pelo exterior.

  

Exposições Individuais

  • 1949 - Porto Alegre RS - Individual, na Galeria do Jornal Correio do Povo

  • 1965 - Porto Alegre RS - Individual, na Espaço Galeria

  • 1965 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Goeldi

  • 1966 - Córdoba (Argentina) - Individual, na Galeria de Arte Moderna

  • 1966 - Montevidéu (Uruguai) - Individual, na Galeria U

  • 1966 - Porto Alegre RS - Individual, no Espaço Na Galeria Chaves

  • 1966 - Porto Alegre RS - 25 Anos de Escultura, no MARGS

  • 1966 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Goeldi

  • 1966 - Salvador BA - Individual, na Galeria Convivum

  • 1966 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Solarium

  • 1970 - Rio de Janeiro RJ -  Individual, na Galeria Bonino

  • 1976 - Roma (Itália) - Individual, na Galeria d'Arte della Casa do Brasil

  • 1978 - São Paulo SP - Individual, na Skultura Galeria de Arte

  • 1980 - Porto Alegre RS - Vasco Prado 40 Anos de Desenho: 1940-1980, no Centro Municipal de Cultura

  • 1980 - Porto Alegre RS - Vasco Prado: terracotas, no Atelier Vasco Prado e Zorávia Bettiol

  • 1982 - Montevidéu (Uruguai) - Individual, na Galeria América Latina

  • 1982 - Porto Alegre RS - Individual, na Galeria Masson

  • 1983 - Porto Alegre RS - Exposição Individual de Terracotas, no Atelier Vasco Prado e Zorávia Bettiol

  • 1983 - Porto Alegre RS - Individual, na Galeria Tina Presser

  • 1984 - Porto Alegre RS - Vasco Prado: retrospectiva 70 anos

  • 1984 - Porto Alegre RS - Individual, na Galeria Singular

  • 1984 - São Paulo SP - Individual, na Skultura Galeria de Arte

  • 1985 - São Paulo SP - A Obra Retrospectiva de Vasco Prado, no MAB/FAAP

  • 1987 - São Leopoldo RS - Individual, no Gestual Galeria de Artes Ltda 

  • 1988 - Porto Alegre RS - Individual, na Galeria Scherer Artes 

  • 1988 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria de Arte Toulouse

  • 1990 - Porto Alegre RS - Individual, na Bublitz Decaedro Galeria de Artes  

  • 1990 - São Paulo SP - Vasco Prado: esculturas de cerâmica e bronze, na Galeria Skultura

  • 1991 - Porto Alegre RS - Individual, na Galeria Marisa Soibelmann 

  • 1992 - Porto Alegre RS - Individual, na Galeria Alencastro Guimarães

  • 1994 - Porto Alegre RS - Vasco Prado: oitenta anos, na Usina do Gasômetro  

  • 1994 - São Paulo SP - Individual, na Skultura Galeria de Arte

  • 1995 - Porto Alegre RS - Individual, na Cezar Prestes Artte  

  • 1997 - Porto Alegre RS - Individual, na Galeria Marisa Soibelmann 

  • 1998 - Porto Alegre RS - Individual, no MARGS

  • 1998 - Porto Alegre RS - Individual, na Galeria Gravura  

  • 1998 - Rio de Janeiro RJ - Individual, no Espaço Cultural dos Correios

  

Exposições Coletivas

  • 1941 - Porto Alegre RS - Coletiva, na Galeria do Instituto de Belas Artes

  • 1943 - Porto Alegre RS - Salão do Instituto de Bela Artes do Rio Grande do Sul

  • 1948 - Paris (França) - Salão de Artistas Estrangeiros

  • 1951 - Porto Alegre RS - 5º Salão da Associação de Artes Plásticas Francisco Lisboa - medalha de prata em escultura

  • 1953 - Porto Alegre RS - 4º Salão do Instituto de Belas Artes

  • 1954 - Goiânia GO - Exposição do Congresso Nacional de Intelectuais

  • 1954 - Porto Alegre RS - 6º Salão da Associação de Artes Plásticas Francisco Lisboa - prêmio aquisição em escultura

  • 1956 - Porto Alegre RS - 8º Salão da Associação de Artes Plásticas Francisco Lisboa -  prêmio aquisição em escultura

  • 1957 - Porto Alegre RS - 4º Salão da Câmara Municipal de Porto Alegre - 2º prêmio em escultura

  • 1957 - Porto Alegre RS - 9º Salão da Associação de Artes Plásticas Francisco Lisboa - prêmio aquisição em gravura

  • 1958 - Porto Alegre RS - 10º Salão da Associação de Artes Plásticas Francisco Lisboa

  • 1960 - Porto Alegre RS - 12º Salão da Associação de Artes Plásticas Francisco Lisboa - prêmio aquisição em escultura

  • 1961 - Porto Alegre RS - Arte Rio Grandense: do passado ao presente, na Galeria do Instituto de Belas Artes de Porto Alegre

  • 1962 - Porto Alegre RS - 3º Salão de Artes Plásticas do Rio Grande do Sul, na UFRGS

  • 1962 - Porto Alegre RS - 9º Salão do Instituto de Belas Artes

  • 1962 - Washington (Estados Unidos) - Spotlight in Brazil, na sala de exposições da OEA

  • 1966 - Belo Horizonte MG - 20º Salão Municipal de Belas Artes - 2º prêmio em escultura

  • 1966 - Belo Horizonte MG - 21º Salão de Belas Artes da Cidade de Belo Horizonte, no MAP

  • 1966 - Porto Alegre RS - Arte Hoje no Rio Grande do Sul, no MARGS

  • 1966 - Salvador BA - 1ª Bienal Nacional de Artes Plásticas

  • 1966 - São Paulo SP - 13 Artistas Gaúchos, no MAC/USP

  • 1966 - Tóquio (Japão) - Gravadores do Rio Grande do Sul, na Embaixada do Brasil no Japão

  • 1966 - Sakata (Japão) - Gravadores do Rio Grande do Sul

  • 1966 - Osaka (Japão) - Gravadores do Rio Grande do Sul

  • 1966 - Kanazawa (Japão) - Gravadores do Rio Grande do Sul

  • 1966 - Suzu (Japão) - Gravadores do Rio Grande do Sul

  • 1966 - Nikko (Japão) - Gravadores do Rio Grande do Sul

  • 1967 - Campinas SP - 3º Salão de Arte Contemporânea de Campinas

  • 1967 - São Paulo SP - 9ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal

  • 1968 - Arezzo (Itália) - Bienal da Medalha e da Placa

  • 1968 - Varsóvia (Polônia) - 1ª Bienal do Metal - medalha de prata

  • 1970 - Porto Alegre RS - 1º Salão de Artes Visuais da UFRGS, na UFRGS

  • 1972 - São Paulo SP - 4º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP

  • 1973 - Budapeste (Hungria) - 2ª Bienal da Pequena Escultura

  • 1975 - Brasília DF - Arte Gaúcha/74  

  • 1975 - São Paulo SP - 7º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP

  • 1975 - São Paulo SP - 13ª Bienal Internacional de São Paulo, Fundação Bienal

  • 1977 - São Paulo SP -  9º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP

  • 1978 - Penápolis SP - 3º Salão de Artes Plásticas da Noroeste, na Fundação Educacional de Penápolis. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Penápolis 

  • 1978 - Rio de Janeiro RJ - Escultura Brasileira no Espaço Urbano: 50 anos, na Praça Nossa Senhora da Paz

  • 1978 - São Paulo SP - 10º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP

  • 1979 - Goiânia GO - Dez Escultores Brasileiros, na Casa da Cultura da América Latina

  • 1979 - Rio de Janeiro RJ - Escultores Brasileiros, na Galeria Aktuel

  • 1980 - Curitiba PR - 2ª Mostra do Desenho Brasileiro, no Teatro Guaíra 

  • 1980 - Goiânia GO - Nove Escultores, na Casa Grande Galeria de Arte

  • 1980 - Washington (Estados Unidos) - Oito Escultores Brasileiros, no Brazilian - American Cultural Institute

  • 1981 - Guarujá SP - Escultura ao Ar Livre, no Hotel Jequitimar

  • 1981 - São Paulo SP - 3º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP

  • 1982 - Milão (Itália) - 13ª Mostra Internazionale de Scultura All'Aperto Sissa Pagani, no Museu D'Arte Moderna

  • 1982 - São Paulo SP - Um Século de Escultura no Brasil, no MAM/SP

  • 1983 - Porto Alegre RS - 35 Anos de Independência do Estado de Israel, no MARGS

  • 1983 - Porto Alegre RS - Do Passado ao Presente: as artes plásticas no Rio Grande do Sul, na Cambona Centro de Arte 

  • 1983 - Porto Alegre RS - Francisco Stockinger/Vasco Prado, na Galeria Tina Presser

  • 1983 - Porto Alegre - Arte Livro Gaúcho: 1950/1983, no MARGS

  • 1984 - Curitiba PR - 6ª Mostra da Gravura Cidade de Curitiba. A Xilogravura na História da Arte Brasileira, na Casa Romário Martins

  • 1984 - Hakone (Japão) - 3º Grande Prêmio Kotaro Takamura, no Museu ao Ar Livre - prêmio aquisição

  • 1984 - Porto Alegre RS - Gravuras: uma trajetória no tempo, no Cambona Centro de Artes

  • 1984 - Rio de Janeiro RJ - A Xilogravura na História da Arte Brasileira, na Galeria Sérgio Milliet. Funarte

  • 1984 - Rio de Janeiro - Doações Recentes 82-84, no MNBA 

  • 1984 - São Paulo SP - Tradição e Ruptura: síntese de arte e cultura brasileiras, na Fundação Bienal

  • 1985 - Penápolis SP - 6º Salão de Artes Plásticas da Noroeste, na Fundação Educacional de Penápolis. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Penápolis

  • 1985 - Porto Alegre RS - Iberê Camargo: trajetória e encontros, no MARGS

  • 1985 - São Paulo SP - 18ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal

  • 1986 - Brasília DF - Iberê Camargo: trajetória e encontros, no Teatro Nacional Cláudio Santoro

  • 1986 - Rio de Janeiro RJ - Iberê Camargo: trajetória e encontros , no MAM/RJ  

  • 1986 - São Paulo SP - Iberê Camargo: trajetória e encontros, no MASP

  • 1987 - São Paulo SP - 20ª Exposição de Arte Contemporânea, no Chapel Art Show  

  • 1989 - Porto Alegre RS - Arte Sul 89, no MARGS 

  • 1993 - João Pessoa PB - Xilogravura: do cordel à galeria, na Fundação Espaço Cultural da Paraíba

  • 1994 - São Paulo SP - Os Clubes de Gravura do Brasil, na Pinacoteca do Estado

  • 1994 - São Paulo SP - Xilogravura: do cordel à galeria, no Metrô

  • 1996 - Passo Fundo RS - Museu de Artes Visuais Ruth Schneider: exposição inaugural, no Museu de Artes Visuais Ruth Schneider  

  • 1996 - Porto Alegre RS - SESC Escultura: exposição internacional de esculturas ao ar livre, no SESC Campestre

  • 1996 - São Paulo SP - Off Bienal, no MuBE

  • 1997 - São Paulo SP - Tridimensionalidade na Arte Brasileira do Século XX, no Itaú Cultural

  • 1998 - Belo Horizonte MG - Tridimensionalidade na Arte Brasileira do Século XX, no Itaú Cultural

  • 1998 - Brasília DF - Tridimensionalidade na Arte Brasileira do Século XX, na Galeria Itaú Cultural

  • 1998 - Penápolis SP - Tridimensionalidade na Arte Brasileira do Século XX, na Galeria Itaú Cultural

  • 1998 - São Paulo SP - Coleção 98 Skultura, na Skultura Galeria de Arte

Rua Cel. Bordini, 907 - Moinhos de Vento - Cep 90440-001 - Porto Alegre/RS - Fone: (51) 3388.2915
www.galeriabelasartes.com.br - email: galeriabelasartes@hotmail.com

Horário de Atendimento: Segundas as Sextas - 9:00 as 12:00 e das 14:00 as 19:00 / Sábados - 9:30 as 13:00

    (51) 98462.7518